O centro da nossa existencia

A ossatura e a certeza de minha alma são o amor e a obediência à Santa Sé. A tal ponto que posso me definir espiritualmente como sendo escravo de Maria, e intelectualmente, como escravo da Santa Sé, aderindo a ela em tudo, por tudo, em todas as circunstâncias. A segurança de meus raciocínios se baseia no fato de serem desdobramentos da doutrina da Igreja, pois se algo há de que estou seguro, é da vinculação efetiva, indestrutível, entre Nosso Senhor, Nossa Senhora e a Santa Sé Católica, Apostólica, Romana. E quem diz Santa Sé, diz, sobretudo, o Papa.

O Papado é o centro da Igreja. A Igreja é o centro de nossa vida. Logo, o Papado é o centro de nossa existência.

Plinio Corrêa de Oliveira.

Envie-nos um comentário

You might be interested